VITÓRIA DOS BANCÁRIOS: Ministério da Saúde inclui categoria como prioridade na vacinação contra a Covid-19

Medida é o resultado da mobilização sindical e da categoria

 

O árduo trabalho desenvolvido pela diretoria do Sindicato dos Bancários do Sul Fluminense e demais entidades de todo o país, finalmente, rendeu nesta terça feira, dia 06 de julho, a inclusão da categoria entre os grupos prioritários da vacinação contra a Covid-19. A luta pela imunização começou em março de 2020, quando a pandemia chegou ao Brasil e, apesar de todos os esforços realizados, somente agora o Ministério da Saúde reconheceu os riscos a que os bancários e bancárias estão expostos diariamente. A situação é tão grave que O número de bancários desligados de seus empregos por morte chegou a 152 entre os meses de janeiro e março deste ano. Foram 50 óbitos por mês, em média, e um aumento de 176% na comparação com o primeiro trimestre do ano passado.

 

A inclusão, segundo o Ministério, impacta diretamente os calendários previstos pelas secretarias estaduais e municipais para a imunização de toda a população adulta, acima de 18 anos. Em todo o Brasil, os governos locais já estão vacinando por idade, de forma decrescente. Na cidade de Volta Redonda, por exemplo, na quarta-feira, 07, começa a aplicação da primeira dose em pessoas com 42 anos de idade.

 

A direção do Sindicato analisa o resultado da mobilização. “Após cerca de um ano e meio, o Ministério da Saúde incluiu os bancários e bancárias como prioridade, reconhecendo as grandes probabilidades desses trabalhadores contraírem a doença em função do grande contato com diferentes públicos, o pagamento do auxílio emergencial e o próprio ambiente de trabalho, que por medida de segurança, não dispõe de ventilação natural e é completamente fechado”, destacaram os diretores.

 

Eles também avaliaram a falta de sensibilidade de alguns prefeitos de todo o país e da região Sul Fluminense. “Embora a Câmara de Vereadores de Barra Mansa e Volta Redonda tenham colocado o assunto em pauta, o Executivo não deu andamento aos Projetos de Lei e a Indicação Legislativa aprovadas, deixando de encaminhar o processo de imunização categoria.  Para se ter ideia, no Sul Fluminense, das 16 cidades que compõem a base sindical apenas Vassouras imunizou os bancários e bancárias, assim como os seguranças e auxiliares de serviços gerais. É lamentável esta falta de cuidado e atenção”.

Fonte: Sind. Bancários do Sul Fluminense

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Sede Barra Mansa
Sede Campestre:
Subsede Volta Redonda:

Copyright 2021 - Sindicato dos Bancários do Sul Fluminense

Como podemos ajudar?