No Dia Mundial da Imunização, bancários (as) do Sul Fluminense reivindicam inclusão na lista de prioritários

 

Nesta quarta-feira, 9 de junho,  é celebrado o Dia Mundial de Imunização. Pelo segundo ano consecutivo, a data ocorre em plena crise sanitária provocada pela Covid-19. O fato reforça as ações de conscientização da população sobre a importância das vacinas e a pressão sobre os Representantes do Executivo e Legislativo Municipal, Estadual e Federal para que os bancários e bancárias, profissionais que prestam serviços essenciais à população, sejam incluídos nos grupos prioritários para receber a dose do antígeno.

A direção do Sindicato dos Bancários do Sul Fluminense analisa que o Brasil tem um dos mais completos programas de imunização do mundo, com grande cobertura de população vacinada e de quantidades de vacinas oferecidas. Porém, no caso do combate ao Coronavírus, as ações negacionistas do Governo Federal e a incitação as aglomerações e à falta de medidas de proteção, levaram o país a amargar o triste número de 476.792 mortes em 17.037.129 casos confirmados até esta terça-feira, dia 08.

Vale destacar que, durante a pandemia, por conta da sua gravidade, mortalidade e transmissibilidade, foi criada uma lista de prioridades do Plano Nacional de Imunização. A inclusão nesta lista é a principal reivindicação atual dos bancários e bancárias, já que trabalham em locais fechados, por questões de segurança e podem se contaminar e disseminar o vírus em casa e para os clientes.

Neste período de pandemia, os profissionais continuam atendendo milhões de pessoas, com pagamento de aposentadoria, auxílio emergencial e negociando créditos, o que tem ocasionado um expressivo aumento nos casos de óbitos entre a categoria. Por isto, a solicitação dos Sindicatos em todo o país para que o Ministério da Saúde coloque o setor como essencial no Plano Nacional de Imunização.

Diante destes fatos, o Sindicato dos Bancários do Sul Fluminense orienta aos bancários a entrarem nessa campanha, pressionarem os deputados, vereadores e prefeitos da locais, para a inclusão da categoria entre as prioridades da vacinação. Enviem agora mesmo esse pedido por meio das redes sociais.

Os Sindicatos já estão nessa campanha há tempos. Mas nada melhor que os eleitores façam diretamente essa reivindicação para a garantia da vida de todos.

 

Fonte: Sind. Bancários do Sul Fluminense, com informações da Contraf-CUT e Agência Brasil

 

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Sede Barra Mansa
Sede Campestre:
Subsede Volta Redonda:

Copyright 2021 - Sindicato dos Bancários do Sul Fluminense

Como podemos ajudar?